Iaido

[Nota da Administração]: o Espírito Marcial é um blog com o propósito de divulgar as artes da espada japonesa para brasileiros e interessados. Embora o Kendo seja tema dominante, não é possível excluir o Iaido, sendo que muitos Sensei as consideram artes irmãs e inseparáveis. Mesmo que o Kendo aborde as noções da luta contra o adversário presente, não representa a totalidade de técnicas e possibilidades da espada japonesa, sendo bastante interessante conhecer e manuseá-la em seu real formato através do Iaido.

…..Conheça as academias autorizadas que ensinam o verdadeiro Iai no Brasil.

.

…..Dentre as artes marciais que descendem dos treinamentos dos samurai, o Kendo é sem dúvida, a mais conhecida e difundida. Ele é baseado nas nuances do combate com a espada desembainhada, sua estratégia, técnicas e dinâmicas, mecânicas e mentais. Porém, seria inevitável reconhecer a oportunidade de técnicas e situações que o uso do desembainhar ágil da espada ofereceria  em termos de combate. Dessa forma, naturalmente, surgiu a arte marcial que hoje é conhecida como Iaido.

Iai é mais do que o desembainhar da espada.

Origens

…..Embora a origem seja documentada historicamente, é bastante improvável que somente a partir de uma data que se reconheceu a oportunidade do desembainhar como técnica de combate, tendo uma única pessoa como “descobridora”. O Iai é creditado a Hayashizaki Jinsuke Shigenobu como grande revitalizador da arte, que segundo a lenda, desenvolveu a técnica para se vingar do assassino de seu pai no século XVI, mas existem fontes que afirmam que Iisaza Choisai, fundador da escola Tenshin Shoden Katori Shinto Ryu provavelmente codificou formas de ataque desembainhando a espada muito antes.

.

Battou, Nuki e Iai

…..Em termos de nomenclatura, a arte do desembainhar da espada japonesa já foi chamada de Battou, Battoujutsu, Nuki-iai, Iaijutsu, entre outras. A semântica de battou e nuki é essencialmente a mesma. De origem chinesa (抜), o termo  denota o desembainhar físico e mecânico da espada de sua bainha, descrevendo com a própria palavra a ação pretendida. Fato que é ignorado quando se adotou o termo Iai, cujo significado é mais profundo e filosófico, que não explicita apenas um movimento corporal, mas toda uma complexidade de posturas mentais. O mesmo caso pode ser atribuído ao Karate, onde o termo “mãos vazias” não explica exatamente que se trata de uma forma de luta.

…..Os ideogramas I (居) é uma flexão do verbo “iru”, que pode significar ser, ou estar. AI (合) pode ser lido como “awase”, conjunto, harmonia entre seres e situações. DO (道) é tradicionalmente conhecido como “caminho”, a estrada trilhada pela pessoa durante sua vida. Não seria possível uma tradução literal do termo, mas existem interpretações e adaptações que contemplam seu significado:

Tsune ni itte kyu ni awase

…..É uma frase que o conceitua o Iai, que pode ser entendida como “não importa onde, em que situações você se encontra, esteja sempre pronto”. É uma referência ao estado de alerta que permite antecipar situações inesperadas, agindo de acordo com a necessidade. Segundo Kobayashi, autor de Peregrinos do Sol, o uso do termo Iai se deu quando as escolas passaram a estudar o desembainhar da espada a partir de posturas sentadas, sendo que algumas delas diferenciam curricularmente o Battou de Iai. Alguns mestres defendem o uso do termo Iai-battodo como forma mais completa e precisa de descrever a arte hoje.

.

Iaido Moderno

…..O Iaido moderno pode ser atribuído aos esforço de muitos mestres, mas sem dúvida o nome de Hakudo Nakayama se destaca. Considerado um dos maiores espadachins do século XX do Japão, era versado em diversos estilos de escolas antigas como o Muso Jikiden Eishin Ryu, e criador do Muso Shinden Ryu, destacando-se como mestre nos três grandes Budo da época: Kendo, Iaido e Jodo (arte do cajado de madeira). Uma vez que o Kendo era incentivado pelo Ministério da Educação como parte do currículo de educação física nas escolas e parte do treinamento militar do exército, o Iaido ficou relegado a segundo plano, praticado por poucos selecionados pelas escolas tradicionais, ainda bastante fechadas para o público em geral. Mas esforços de entusiastas trouxeram abertura para a arte e alguns anos após da guerra, um currículo foi elaborado, baseado em características de técnicas de diversas escolas tradicionais, como forma de padronizar os movimentos e permitir o reconhecimento de graduações de praticantes de escolas diferentes. Dessa maneira, surgiu o Seitei Iaido (制定居合道), um conjunto de formas e práticas unificadas e padronizadas, através de uma organização centralizada, a Zen Nihon Kendo Renmei (Associação de Kendo para Todo o Japão). É importante frisar que existem outras organizações que difundem o estudo do Iai, como a Zen Nihon Iaido Renmei, com um currículo um pouco diferenciado. É preciso observar que, mesmo com o advento do Iai na ZNKR ou ZNIR, as escolas clássicas continuam com suas graduações e currículos independentes.

Hakudo Nakayama.

.

O que se vê

…..O treino de Iaido é bastante interessante, desde que se tenha um prévio conhecimento de sua forma. É comum se equivocar acreditando que é composto por movimentos acrobáticos e velozes (talvez por influência de desenhos animados e filmes exagerados) quando na realidade é desenvolvido em um ambiente silencioso, através de movimentos suaves e precisos. (ATENÇÃO: não quer dizer que os golpes e técnicas sejam desprovidos de “efetividade”. É apenas um termo que tenta descrever a preocupação com a precisão técnica e fluidez, aliada a velocidade adequada de execução, sem tensões e esforços musculares desnecessários. É comum perceber que pessoas leigas em artes marciais japonesas as consideram “duras” ou “travadas”, quando na realidade, é absolutamente o contrário.)

…..Como toda arte marcial japonesa, é dotada de exigentes rituais de reverência e o treinamento se dá essencialmente através dos kata, formas elaboradas com o intuito de simular determinadas situações de combate. O conjunto que forma o Seitei Iaido é planejado de modo a educar o praticante sobre o manuseio da katana nas posturas sentada e em pé, os diversos tipos de cortes, embainhamentos e estado mental de alerta, totalizando atualmente 12 formas.

Seitei Iaido. Repare na fluidez e precisão dos movimentos.

.

Koryu Iai e Seitei Iaido

…..Embora a prática do Seitei Iaido tenha por objetivos educar no manuseio da espada e simular situações básicas de combate, é bastante diferente das formas desenvolvidas em Koryu Iai. O termo Koryu se refere às escolas tradicionais e clássicas, fundadas antes da Revolução Meiji. Geralmente, tem por característica a efetividade direta no combate, figurando como técnicas de defesa pessoal de fato e como complemento à luta com a espada desembainhada.

Apresentação em Kyoto. Formas diversas em koryu.

…..Um sem número de escolas proliferou, atribuindo movimentações muito específicas e características que denunciavam a origem e a formação marcial do samurai.

Shihan Ohtake Risuke – Tenshin Shoden Katori Shinto-Ryu

.

A prática do Iaido

…..A prática física do Iaido pode ser descrita como um ciclo de quatro partes, comum em praticamente todos os kata, mesmo os de Koryu Iai. Salvo treinos com didáticas especiais, no Iaido treina-se com um inimigo imaginário, o que é bastante difícil, obrigando o praticante a desenvolver um forte senso de concentração para aperfeiçoar suas técnicas.

…..Após aquecimento, alongamento e exercícios específicos, é necessário realizar o cerimonial de reverências, para só então começar a treinar os kata. (Lembrando que este resumo é voltado para as técnicas do Seitei Iaido, focando na primeira forma, o Ippon-me Mae, “Frontal”).

…..No primeiro kata, o primeiro movimento é chamado nukitsuke, o desembainhar de fato da lâmina, juntamente com um movimento de corte, executado somente com um braço. Existem variações de ângulos de corte e locais específicos de ataque, geralmente “induzindo” o adversário de forma bastante similar ao bote de uma serpente. Por questões didáticas, muitas vezes não se considera o nukitsuke como ataque fatal e definitivo, exigindo um segundo ataque mais potente.

…..O segundo passo é elevar a espada acima da cabeça e desferir um poderoso corte conhecido por Kirioroshi, realizado logo na sequência do nukitsuke. Geralmente é um corte vertical descendente, realizado com a força de ambos os braços, exigindo um caráter definitivo. É de fato o momento em que o agressor “morre”.

…..O terceiro passo é o chiburi. Após eliminar o adversário, a lâmina estaria envolta em sangue. Caso embainhada assim, o sangue poderia apodrecer dentro da bainha, estragando-a. Então, um movimento ritualizado é feito para “chacoalhar” a espada, fazendo com que este sangue seja espirrado, limpando a lâmina. Alvo de céticos, o chiburi não limpa completamente a espada (muitos samurai levavam papeis de arroz para limpar a espada quando suja), sendo parte da tradição do Iai e atribuindo significados espirituais de purificação antes de guardar sua arma.

…..O movimento final é chamado de noto, o embainhar. É um procedimento muito conhecido onde o samurai deslizava o dorso da lâmina na mão esquerda que estava posicionada na boca da bainha e em um movimento ágil, colocava a ponta da espada para dentro, embainhando então todo o corpo da lâmina até o travamento. Porém, o noto depende de muitos fatores, como escola, tipo de kata e no caso de Sensei altamente graduados, estilo pessoal, mas sempre considerado um movimento muito elegante e cheio de presença.

…..Durante todo o processo, é necessário considerar o Zanshin, um estado natural de alerta onde a guarda (atenção) do praticante não se abaixa, estando de prontidão para retornar ao primeiro passo a qualquer momento, se necessário.

Seitei Iaido: Ippon-me.

…..Embora a essência física possa ser descrita dessa maneira, treinar Iaido é uma experiência que vai além de manusear a espada japonesa. É certo que nos kata, é preciso estar alerta para confrontar o perigo, mas o conceito primordial é desenvolver um senso de antecipação do conflito e ter a capacidade de anulá-lo, sempre em situações inesperadas. Posto dessa maneira, o uso da espada é relativamente secundário. Ou seja: o treinamento austero e continuado permite um estado de alerta constante, porém não necessariamente ansioso ou paranóico. O praticante do Iai é aquele que elimina um problema no momento que o detecta, sem que este necessariamente tenha a chance de se manifestar, principalmente por estar preparado para ele.

.

_____________

…..O que achou da matéria? Sua opinião é importante para o crescimento deste trabalho. Caso tenha dúvidas ou queira conversar sobre o assunto, envie um e-mail para blog.espiritomarcial@gmail.com ou deixe seu comentário!

8 comentários sobre “Iaido

  1. *****

    Ótimo texto, obrigado por compartilhar.

    Grande abraço.

  2. Parabêns, espero que continue a aprimorar seu conhecimento pessoal.

  3. Parabêns, espero que continue a aprimorar seu conhecimento pessoal.

  4. Excelente texto!
    Só uma observação: na descrição do kirioroshi está: “(…)Geralmente é um corte horizontal descendente(…)”. Acho que você quis dizer vertical, não?

    Parabéns pelo blog. Apesar de não ter costume de comentar, sou leitor assíduo.

  5. Pingback: O que é Iaido? – Se Bogu Kendo Blog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s