Kiai: uma emissão de força

…..Para aqueles que nunca tiveram contato com artes marciais, muito provavelmente estranharão o fato de os praticantes emitirem constantemente gritos enérgicos no desenvolver de suas ações, sejam elas de combate ou técnicas de treinamento. No Kendo isso é bastante verdadeiro e um espectador desavisado pode se espantar com a presença constante e obrigatória do kiai durante a prática.

…..Kiai ( 気合) é uma palavra japonesa composta por dois caracteres, “KI” podendo ser traduzido como “energia” de forma bastante genérica, e “AI”, traduzido como “unir”. Uma adaptação simples pode traduzir o kiai como um acúmulo de energia, pronto para ser exteriorizado para algum fim. Dessa forma, não pode ser entendido simplesmente como “gritar”.

…..É importante fazer uma nota relativa ao uso do termo “ki”: a mídia de ficção e a estereotipização do conhecimento marcial tem difundido o termo como sendo “energia vital”, uma espécie de “força mística” presente na natureza, sem oferecer uma gama adequada de cenários onde o termo oferece interpretações que são pertinentes para aquele momento.

Um dos gritos mais conhecidos pelos praticantes de lutas.

..

…..Essencialmente, todo tipo de ação humana possui a presença do ki, seja ela mecânica, espiritual, fisiológica e até mesmo psicológica. Imagine que elementos fisiológicos como circulação sanguinea, a atividade elétrica responsável pelos processos musculares e mentais, a produção de calor do corpo, tudo isso pode ser considerado ki, ou pelo menos, uma parte geradora dele.

…..Por outro lado, o elemento “sentimento” pode ser considerado como forma de ki, quando a vontade do lutador o impulsiona para alguma ação inesperada que o leva ao sucesso de uma técnica. Essa ação, quando extrapola algum tipo de limitação física, pode ser considerada como uma verdadeira expressão do ki.

…..Existem pessoas céticas que não acreditam na eficácia ou necessidade do kiai em treinamentos, competições marciais ou defesa pessoal. Tudo pode ser explicado cientificamente, então argumentos como o do parágrafo anterior poderiam ser rebatidos como “descarga de adrenalina” ou algo instintivo.

…..É interessante observar que tais técnicas de uso de kiai são bastante antigas, difundidas principalmente pelas artes marciais chinesas, grandes influenciadoras das demais lutas asiáticas. Dizem as lendas que as técnicas de luta foram criadas observando-se ação e reação de diversos animais, adaptando os movimentos e possibilidades às condições humanas. Assim sendo, alguns comportamentos deles no momento do conflito também foram analisados e considerados, dentre eles, a emissão de grunhidos, rugidos e afins.

…..Certamente qualquer pessoa já observou algum animal, mesmo que doméstico, que foi intimidado por outro através de sons emitidos de forma agressiva. Essencialmente, o kiai não deixa de ser uma representação, ou adaptação, desse tipo de situação.

Confronto entre tigre e leão.

.

…..A presença do kiai nas artes marciais tem um objetivo didático: uma vez que todo treinamento é uma simulação de uma situação real, é imperativo fazer com que o lutador consiga a melhor eficiência possível dentro das técnicas e princípios da arte. Como citado, um dos objetivos claros do kiai é “amedrontar” um oponente para que este se abale psicologicamente e passe a duvidar da possibilidade de agredir/vencer sem grandes prejuízos. Pense como exemplo aquele momento em que duas pessoas irão inevitavelmente se bater, porém apenas uma delas grita com uma voz absolutamente alta algum tipo de ofensa, palavrão ou ameaça de morte, além de conjurar elementos de linguagem corporal extremamente agressivos. O objetivo do grito é conscientizar o inimigo que ele está em perigo e se chegar perto não sairá ileso. Assim como esta, existem outras situações estratégicas de aplicação do kiai que visam a aberturas de brechas na postura de guarda adversária, como sustos ou fintas.

…..Herança de tempos bárbaros onde vida e morte eram decididos na ponta de uma lança ou na lâmina da espada, o kiai também tem ação motivadora para aquele que o emite. É tradição de algumas artes marciais japonesas o conceito de ataque absoluto, sem hesitação, medo ou receio. Nesse sentido, quando um lutador percebe uma oportunidade de ataque, ele deve empregar sua total força de vontade naquele momento único para, definitivamente, encerrar o conflito ali. Ao golpear o inimigo, ele emite o kiai. Nesse instante, uma complexa mistura de conceitos se torna presente e constrói um cenário quase acadêmico para o estudo do combate.

…..Ao atingir o inimigo com um golpe, o grito, também chamado de kakegoe é uma resposta instintiva e primitiva da exteriorização de todos os sentimentos de brutalidade e agressividade. Há estudos que comprovam que determinada técnica de kiai potencializa a força de um golpe, agindo aí de forma motivadora para despertar e descarregar toda agressividade necessária para abater um oponente.

…..No entanto, existem técnicas respiratórias específicas para emitir o kiai de forma considerada adequada. O uso de respiração abdominal se faz necessário para prolongar o kiai, sendo que é desaconselhável apenas gritar usando a força das cordas vocais. É isso que os Sensei querem dizer com o “kiai tem que vir da barriga, de dentro”. Na verdade, a contração do diafragma, na altura do tanden (região abdominal 3 ou 4 dedos abaixo do umbigo), acompanhada da expiração e emissão do som é o princípio básico da técnica.

…..A devida preparação mental também é importante, pois gritar por gritar qualquer um faz, mas demonstrar força, presença e sentimento combativo frente a um adversário é o fator decisivo para um bom kiai.

.

.

O kiai no Kendo: é interessante observar que, como regra esportiva, o ponto somente será válido se conjurar simultaneamente 3 quesitos essenciais no momento do golpe: o KI-KEN-TAI (気-剣-体), que pode ser resumido como a união entre energia e atitude combativa, a técnica correta do manuseio da espada e a aplicação da postura corporal correta. Tudo isso se torna a representação do golpe letal. Caso o lutador que desferiu o golpe não possua um dos três critérios, os árbitros não darão o ponto. Isso é considerado uma “falha técnica”, pois o kiai é entendido como elemento imprescindível na evocação da força interior e de motivação, exteriorizando toda sua vontade de vencer através de um sonoro grito intimidador.

…..O kiai também está presente na rotina de treinamento, em técnicas básicas e aquecimentos, não somente no momento da luta e competição. É entendido que o praticante sério treine emitindo constantemente o kiai forte e motivador como evidência de seu compromisso com a tradição japonesa de treinamento. Além do mais, é considerado rude e uma ofensa ao Sensei o aluno que treina sem emitir o kiai, admitindo-se que é uma pessoa desinteressada e está ali por algum motivo fútil, e não para treinar seriamente.

…..É possível concluir que, principalmente para aqueles que são entusiastas dos sistemas modernos de luta como o MMA, onde praticamente não se observa o kiai, existem benefícios garantidos para aqueles que seguem a doutrina tradicional de treinamento. Talvez me falta a experiência necessária para enumerar e entender plenamente a maioria dos conceitos mas diferença é “gritante” quando golpeamos o adversário com e sem o kiai.  Todo o espectro emocional que percorre a mente e corpo numa fração de segundo é impressionante e condiz com os fatores apontados neste artigo. Tenho certeza que existem mais elementos que deveriam ser considerados mas acredito que, de forma introdutória, esta apresentação é informativa para ilustrar os pontos essenciais da tradição e aplicação.

_____________

…..O que achou da matéria? Sua opinião é importante para o crescimento deste trabalho. Caso tenha dúvidas ou queira conversar sobre o assunto, envie um e-mail para blog.espiritomarcial@gmail.com ou deixe seu comentário!

3 comentários sobre “Kiai: uma emissão de força

  1. Excelente texto e excelente monografia!

    • Olá Ricardo,

      Obrigado pelo comentário, mas acho que passa longe de uma monografia… são apenas algumas observações bastante pessoais, não? Agradeço também sua visita!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s