A Arte do Kendo e Kenjitsu

A Arte do Kendo e Kenjitsu: A Alma do Samurai

Darrel Max Craig

Editora Madras, 2005

283 páginas

ISBN 85-7374-983-0

Título original: The Way of Kendo and Kenjitsu.

Valor sugerido: R$ 39,90

Capa

…..Após a onda de filmes como Kill Bill, Zatoichi e o prolífico O Último Samurai, este foi um dos primeiros livros a tentar trazer alguma visibilidade ao Kendo no Brasil. Sua capa é uma ilustração vetorizada muito parecida com a cena ao por do sol onde Tom Cruise treina já vestido como samurai.

…..O título é curioso, pois semanticamente tenta abordar dois aspectos das técnicas da espada japonesa. É importante salientar que Kendo e Kenjutsu (romanização atualizada e considerada mais correta) possuem uma raiz de significado idêntica, representando o conceito do aprendizado e manuseio da espada, com intuito combativo, além de viver sob um estilo de vida galgado nos princípios morais e filosóficos da escola a quem pertence. Apenas para critério de diferenciação, a palavra Kendo representará aqui, a nós ocidentais, a prática da espada através do shinai e bougu, estabelecida no Japão após o término da 2ª Guerra e o termo Kenjutsu à prática antiga nas escolas tradicionais medievais.

…..O livro, na verdade é uma espécie de sequência mais atualizada de O Coração do Kendo, do mesmo autor. Craig é estadunidense, inicialmente um karateka e depois praticante de Kendo (6º dan Renshi, segundo o livro), também é estudante da escola tradicional Hokushin Ito Ryu. Neste livro, relata um pouco de sua experiência com um capítulo especial dedicado ao falecimento de seu mestre Chiba Harutane, com algumas curiosidades de suas visitas ao Japão e sobre o Hokushin Ito Ryu.

…..Conteúdo: o livro traz um ótimo guia para iniciantes de como cuidar de seu equipamento, em especial a desmontagem e manutenção do shinai, além de como dobrar o uniforme e rotinas do tipo com o bougu. Em seguida, mostra um capítulo de “waza avançados” e de Kendo Kata com kodachi. Até aqui, apenas seguiu a tendência de livros anteriores do gênero, que sempre insistiram em utilizar desenhos para tentar explicar a dinâmica e o funcionamento das técnicas, recurso que é muito pobre e insuficiente para seu propósito, apesar de, caso o leitor seja um estudante atendo, poderá se beneficiar com os aspectos essenciais descritos.

Explicação de Kata.

.

Uso do equipamento.

…..Próximo do fim do livro, o autor dedica um longo capítulo à espada japonesa: auto afirmado como colecionador de relativa experiência, procura detalhar a estrutura da espada e fazer deste capítulo um guia para aquele que tiver interesse em colecionar katana, dando dicas e contando casos curiosos. Por fim, um extenso glossário de termos, muito útil para se familiarizar com a língua japonesa.

Índice: (sic)

Capítulo 1 – Introdução

Capítulo 2 – Kihon Shitaku (Equipamento)

Capítulo 3 – Waza avançado

Capítulo 4 – Os Katas com a Espada Curta (Ko-dachi) da AJKF

Capítulo 5 – O Centro do Círculo do Kata do Antigo Kenjitsu

Capítulo 6 – O Samurai e suas Espadas

Capítulo 7 – Alguns aspectos das Espadas e da coleção de Espadas

Capítulo 8 – Conclusão

…..Relevância: como todo guia, busca orientar o iniciante no universo do Kendo e da cultura japonesa neste foco. Provavelmente não é uma obra que interesse praticantes experientes, acima do 3º dan (que achariam apenas os capítulos sobre coleção de espadas e do falecimento do mestre interessantes), mas é voltado para iniciantes e aspirantes. Recomendável.

…..Sobre a edição: não é exatamente um livro para leigos, pois a falta de familiaridade com o tema o torna cansativo. Caso o leitor seja um praticante com certo domínio da língua japonesa perceberá erros crassos na escrita dos termos. Faltou certamente cuidado e consultoria de um especialista ou conhecedor da área. Sua diagramação é tradicional e até agradável, mas em vários momentos o texto está se referindo a imagens de páginas muito anteriores, tornando irritante a procura pela referência. Os desenhos são simples mas transmitem uma idéia relativa das posturas e movimentos. O acabamento do livro é bom no geral (encadernação) mas a impressão das fotografias em preto e branco é bastante deficiente.

 

_____________

…..O que achou da matéria? Sua opinião é importante para o crescimento deste trabalho. Caso tenha dúvidas ou queira conversar sobre o assunto, envie um e-mail para: blog.espiritomarcial@gmail.com

3 comentários sobre “A Arte do Kendo e Kenjitsu

  1. Oi ****. Não sei se a sua edição está melhor que a minha, mas o meu exemplar tem muitos erros nas figuras: figuras repetidas, referências erradas no texto, etc.

    As explicações das técnicas é meio duvidosa. Fiquei em dúvida se a tradução do inglês está ruim, se foi falta de habilidade do escritor em descrever a técnica ou se o Kendo praticado pelos estudantes de Hokushin Itto Ryu é meio diferente do praticado por nós. Isso me deixou desconfiado de todo o conteúdo técnico do livro.

    A parte do livro que eu aproveitei melhor foi a de manutenção de equipamento. Já fiz alguns reparos em bogus me baseando nas ilustrações do livro.

    • Olá Mário,

      Alguns dos erros que vc comenta eu não me lembro de ter visto, como as repetições de figuras. Não estou com ele em mãos mas vou verificar.

      Acho que a tradução do inglês foi péssima mesmo, o que pode acarretar alguma diferença de interpretação nas técnicas. Eu tenho algum conhecimento de japonês e foi preciso recorrer a isso pra entender certas passagens. Não acho que o Hokushin Ito Ryu tenha um Kendo “diferente”, talvez alguns detalhes de estilo pessoal do Sensei de Craig, como o balançar o kisaki do shinai sem parar.

      Como nós não temos referências do Craig, tb fiquei mto desconfiado sobre o que ele discursa no livro mas no geral, acredito que seja interessante.

      Concordo com vc que, como iniciante, os cuidados com o equipamento foi o mais útil, mas honestamente gostei do relato de vida dele. No livro O Coração do Kendo ele tb tem diversas passagens sobre suas conversas com seu Sensei e isso foi bacana, lembra algo do A Arte Cavalheiresca do Arqueiro Zen. Ambos estão na minha lista de “críticas” pros próximos posts.

  2. Eu acabei não terminando o livro por causa dos problemas de tradução e edição. Então não cheguei na parte dos relatos. Mas eu gostei bastante dessa parte no Coração do Kendo também. Depois que eu terminar o livro do Kobayashi san vou dar mais uma chance pro A Arte do Kendo e do Kenjitsu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s