Lobo Solitário – Os Quadrinhos

…..Lobo Solitário, ou Kozure Ookami (子連れ狼) no original, é sem dúvida uma das histórias em quadrinhos japoneses mais aclamadas no mundo, sucesso de público e crítica em décadas de republicações. Figura entre as obras mais obrigatórias dos entusiastas da cultura de mídia samurai, em especial, adeptos da espada japonesa.

…..Seu estrondoso sucesso, que gerou minisséries de TV e seis longa-metragens para cinema, deve-se ao perfeito amálgama da dupla Kazuo Koike (roteiro) e Goseki Kojima (arte), unidos nas páginas que retrataram de forma inigualável a presença do espírito samurai nos quadrinhos, personificada pelo protagonista Ito Ogami, e seu filho Daigoro.

Lobo Solitário e Filhote.

Lobo Solitário e Filhote.

…..Sua última edição no Brasil, publicada pela Panini Comics, constitui 28 volumes de aproximadamente 300 páginas cada, que incluem ótimas matérias periódicas, bom cuidado editorial e uma elaborada introdução, que além de glossários para termos em japonês, conta com excelente tradução para o português. Apesar do excepcional conteúdo e capa cartonada colorida, o encadernamento por processo de colagem de lombada quadrada faz com que as páginas em papel Pisa Brite 52 (de qualidade questionável) descolem com o tempo, e nas mãos de leitores pouco cuidadosos.

Os 28 volumes da Panini.

Os 28 volumes da Panini.

…..Outro ponto negativo para nossa edição seria a ausência de páginas coloridas originais, típicas das edições japonesas (apesar de 95% do manga original ser preto e branco). Os fãs mais conservadores também criticam o uso de artes não originais para as capas, em especial de desenhistas estadunidenses famosos como Frank Miller e Bill Sienkiewicz.

Capa original de uma reedição recente.

Capa original de uma reedição recente.

…..O manga abusa de referências históricas, se passando nos idos de 1655. É conhecido que, em determinado momento da história dos Tokugawa, existiam três famílias de destaque responsáveis por tarefas específicas: os Yagyu atuavam como espiões e assassinos nos feudos; os Kurokuwa, agentes de operações clandestinas levantando informações sobre possíveis levantes – shinobi na prática; e os Ogami, executores oficiais do governo. Porém, historicamente, o clã Ogami é apagado dos registros oficiais e aqui é o ponto de partida dos autores para a obra.

…..[ATENÇÃO] O texto a seguir pode conter pequenas revelações do enredo. Leia por conta e risco.

.

…..A excelente narrativa desdobra-se de forma não linear nos primeiros volumes, já mostrando o personagem principal como assassino de aluguel, utilizando-se de flashbacks para iluminar as razões pelo qual Ito Ogami lança vingança sobre o clã Yagyu.

No caminho dos assassinos, não há hesitação.

No caminho dos assassinos, não há hesitação.

…..A história se inicia no momento de disputa do cargo de kaishakunin, o executor oficial, entre Ito Ogami e Gumbe Yagyu, filho do líder do clã, Retsudo. No embate, Gumbe vence Ito, mas através de um olhar mais cuidadoso, foi anunciado que Gumbe atacou Ito em direção do xogum, e Ito abaixou a defesa propositalmente em sinal de sacrifício pelo xogum. Para a sociedade dos samurai, pequenos atos como este teriam poderoso simbolismo para sua honra. Ito então recebe o cargo de executor oficial do governo (volume 8 Panini, capítulo 42: Rikudo MunenA Estrada sem Margens).

…..O trabalho de executor sempre foi visto como especial dentre os samurai. Através do ritualístico seppuku, um homem de habilidades excepcionais era destacado para realizar a decapitação do condenado, após este abrir seu próprio ventre usando uma adaga ou espada menor. Caso o executor erre seu golpe, era possível que o condenado não fosse completamente decapitado, prolongando de forma cruel seu sofrimento. Para o caso de executar-se senhores feudais exonerados, seria destacado o executor oficial do governo para a tarefa, dado o foro privilegiado.

Seppuku.

Encenação do seppuku.

…..Envergonhado, o clã Yagyu planeja vingança contra Ito, criando uma armadilha, plantando falsas evidências de que o clã Ogami lançava maldições contra a família do xogum, no mesmo momento em que assassinos invadem e matam todos na mansão de Ito, estripando inclusive sua esposa grávida. Neste momento de dor, nasce de forma prematura o filho Daigoro, importante personagem do manga, parceiro do pai nas futuras aventuras.

…..Após certo tempo e um processo de investigação, é ordenado que pai e filho cometessem o seppuku, mas Ito percebe a tramoia e eles corajosamente se rebelam, adotando o caminho maldito dos assassinos, anunciando vingança contra os Yagyu. Ito se torna fugitivo com a cabeça à prêmio e um matador de aluguel, aguardando o momento de se vingar de Retsudo Yagyu, o líder do clã.

…..A trama que se desdobra então é carregada de acontecimentos cinematográficos e grande apelo dramático, ao gosto do japonês. Mesmo sendo uma obra do início dos anos de 1970, mantém vigor narrativo e impacto em sua arte. As histórias se apresentam em forma de contos, com dezenas de personagens coadjuvantes, que contratam o serviço do matador para satisfazer seu desejo de vingança. Mas de forma muito própria, Ito tem suas regras e sempre consegue impor seu senso de justiça no cenário, através de um elevado conceito de honra e moral, por mais contraditório que isso possa parecer, e muito da magia da obra vem dos memoráveis momentos em que Ito conclui seus assassinatos de formas inesperadas e mirabolantes, sempre deixando uma mensagem severa, mas com um ar de nobreza e retidão.

Ogami enfrenta especialista em iai.

Ogami enfrenta especialista em iai.

…..O destaque especial da obra é a presença do pequeno Daigoro, que aos três anos de idade, auxilia de forma tanto direta quanto indireta seu pai, sendo inúmeras vezes protagonista de suas próprias aventuras. Usado diversas vezes como instrumento pelo pai, é dito em uma das primeiras histórias que “somente um pai conhece o coração do seu filho, assim como o filho ao pai”. Justificativa forte que torna o menino cúmplice e parceiro no plano de vingança.

O valente Daigoro.

O valente Daigoro assume postura de luta.

…..A arte da espada japonesa é uma constante na obra, retratada de forma bastante real nos duelos, apesar dos exageros típicos dos heróis míticos, quando enfrentam multidões de adversários. O estilo de luta de Ito é chamado “Suio-ryu”, o estilo da “Gaivota D´água”, que se diga de passagem, é totalmente fictício. Porém, os familiarizados com as escolas tradicionais de espada japonesa sabem que existe um estilo verdadeiro chamado Suio-ryu Iai Kenpo, mas sem qualquer relação com o manga ou seus autores.

Programa Samurai Spirit: Kobudo, com Suio-ryu Iai Kenpo em destaque.

.

…..Ito enfrenta grande diversidade de inimigos: lanceiros, especialistas em Iai, arqueiros, pistoleiros, ninja, mulheres guerreiras, mafiosos, ronin, arruaceiros, samurai em armaduras e cavalarias. Sua arma é a formidável espada Dotanuki, um modelo real de katana, que é mais pesada e possui lâmina mais larga que o padrão. Seria como se, no Velho Oeste, ao invés de um cowboy usar um calibre 38, atirasse com uma Desert Eagle.50, para efeitos de comparação. No entanto, sua extraordinária habilidade se estende ao uso de armas como nagamaki (uma espécie de lança curta) e naginata (bastão longo com lâmina cortante na ponta – ou alabarda) que estão disfarçadas como hastes do carrinho de bebê de Daigoro, que contém outros dispositivos especiais.

Espada Dotanuki. Cortesia Tozando.

Espada Dotanuki. Cortesia Tozando.

…..Lobo Solitário não é uma obra para crianças ou adolescentes, ou pelo menos, na época em que foi publicado. Existem inúmeras passagens em que figuram fortes cenas de sexo, estupros e sem dúvida, violência extrema como amputações e decapitações (inclusive de animais). Conspirações políticas e corrupção apresentam um retrato fictício da época, ainda que aparado na ótima percepção do comportamento humano pelos autores. O espírito do Bushido é amplamente observado nas palavras e ações de Ito, se apresentando com grande imponência e dignidade, mesmo nos piores momentos, demonstrando inabalável devoção ao caráter dito correto do samurai.

Cenas fortes e impróprias para menores.

Cenas fortes e impróprias para menores.

…..Importante não confundir Ito Ogami, o Lobo Solitário, com Asaemon Yamada, o Kubikiri Asa (publicado o Brasil como Samurai Executor). O manga de Asaemon, um projeto menor, foi lançado pouco tempo antes do Lobo Solitário, servindo quase como base e laboratório de arte e roteiro pelos autores (havendo inclusive, semelhança no desenho dos protagonistas).

Kubukiri Asa não é o Lobo Solitário.

Kubukiri Asa não é o Lobo Solitário.

.

[ CURIOSIDADES ]

…..Lobo Solitário foi relançado em Dezembro de 2004, pela editora Panini, concluindo seus 28 volumes em Abril 2007, com preço de capa fixado em R$ 12,90.

…..O sobrenome do protagonista tem pronúncia similar à palavra ookami (lobo), daí o “trocadilho” do título.

…..Nas primeiras histórias, é perceptível que Ito Ogami usa uma espada mais curta (wakizashi), mas por alguma razão, os autores ignoraram este fato e repentinamente, ele usa sua Dotanuki de comprimento padrão (a espada longa), atribuindo outro evento para a aparição da wakizashi mais ao final do manga.

…..O traço dos personagens muda no decorrer da história. Na primeira história de origem, Ito já tem o visual desleixado do manga, ao invés de um samurai mais formal, de cabelos raspados e coque, como visto posteriormente. Outro personagem que mudou de aparência drasticamente foi Retsudo Yagyu, que ganhou traços mais refinados e porte mais imponente.

Retsudo Yagyu.

Retsudo Yagyu.

…..Existem duas versões da “origem” da vingança de Ito. Observando cronologicamente, na história Nisenbyakudo: A Estrada Branca entre Dois Rios (volume 3 Panini, capítulo 17), Ito ao retornar para casa após um dia de trabalho, encontra todos mortos e logo após a chegada dos oficiais Yagyu, percebe o plano para usurpar seu cargo, lutando e matando todos, terminando a luta contra Bizen Yagyu em um rio (demonstrando a técnica de ocultação da espada na água).

…..Já em O Caminho do Assassino (volume 1 Panini, capítulo 9, memorável história onde Daigoro ainda bebê escolhe a espada ao invés do brinquedo), Ito se rebela somente após as investigações, onde já aguarda o veredito em vestes brancas (simbolizando luto); desafia Kurahito Yagyu e o vence ao pôr-do-sol, com ajuda de Daigoro. Dada a publicação em ordem não cronológica, é possível fazer alguma confusão na interpretação dos fatos.

Ogami se rebela contra os Yagyu.

Ogami se rebela contra os Yagyu.

…..A editora Panini errou repetindo a imagem da lombada dos volumes 5 e 6.

…..Os primeiros volumes trazem uma impressão fiel das antigas editoras (Cedibra e Sampa), onde as onomatopeias em japonês foram substituídas por caracteres romanos, compreensíveis para os leitores ocidentais. Evidentemente, tal decisão desagradou leitores conservadores, que preferem as características originais da obra, onde as onomatopeias em caracteres japoneses fazem parte do trabalho gráfico do autor.

…..Asaemon Yamada, o Kubukiri Asa, (Samurai Executor), faz uma aparição na edição 5 (Panini, capítulo 27: Kubiriki Asaemon). Já mais velho, ele é recrutado pelos Yagyu para eliminar Ito, em uma luta que envolve o tameshigiri (teste de corte para as espadas, especialidade de Yamada). É uma demonstração de integração de obras diferentes, fundindo seus universos em uma única linha temporal. Porém, como o nome “Asaemon Yamada” é herdado, é possível que não se trate exatamente do mesmo personagem (Yamada Asaemon Yoshitsugu, 4ª geração, em Lobo Solitário).

…..Na série de filmes, o ator no papel de Ito Ogami é Tomisaburo Wakayama, que apesar da aparência um tanto divergente da imagem que fazemos do personagem do manga, tem uma ótima presença em tela, e demonstra grande habilidade no manuseio da espada. Ele é irmão do ator Shintaro Katsu, da série Zatoichi, o massagista/espadachim cego (o mesmo que Takeshi Kitano fez uma releitura em 2003). O filme Fúria Cega de 1989, com Rutger Hauer no papel de um soldado cego também é baseado nesta obra.

Pai e filho no seriado para TV.

Pai e filho no cinema.

…..No desenho animado Samurai Jack, de Genndy Tartakovsky, no episódio 19 “Jack Remembers the Past” o protagonista se encontra com um ronin que leva seu filho em um carrinho de bebê.

Homenagem em Samurai Jack.

Homenagem em Samurai Jack.

…..O filme Estrada para Perdição, com Tom Hanks, fala de um assassino da máfia que foge juntamente de seu filho. Livremente inspirado pelo Lobo.

Levemente baseado.

Levemente baseado.

…..No célebre manga Usagi Yojimbo (com personagens zoomórficos ao estilo Tartarugas Ninja, tendo um coelho samurai chamado Miyamoto Usagi como protagonista) também existe uma referência a um ronin que carrega seu bebê, mas neste caso, ele é um bode, no capítulo “Lone Goat and Kid”.

Bode Solitário e Filhote em Usagi Yojimbo.

Bode Solitário e Filhote em Usagi Yojimbo.

…..Em recente entrevista para o site Omelete, o autor Kazuo Koike fala das continuações de sua obra:

…..Foi lançado em Junho de 2013 um box com todos os 6 longa-metragens do Lobo, Veja a matéria sobre o produto.

_____________

…..O que achou da matéria? Sua opinião é importante para o crescimento deste trabalho. Caso tenha dúvidas ou queira conversar sobre o assunto, envie um e-mail para blog.espiritomarcial@gmail.com ou deixe seu comentário!

6 comentários sobre “Lobo Solitário – Os Quadrinhos

  1. Muito bom!

    Quero ver uma matéria dessas sobre Usagi Yojimbo! :D

    • Obrigado! Infelizmente não sou leitor do Usagi, o material disponível é um pouco difícil de encontrar e não sou familiarizado com a ordem de publicação… mas no futuro pretendo sim conhecer este material.

  2. Não leio muito manga, vejo anime, esse manga e dito que ainda não terminou esta sem fim verdade

    • Olá rute1993,

      O mangá já foi encerrado, os 28 volumes formam uma história completa sim.

      Parece que existe uma continuação, mas nada foi publicado no Brasil.

      Agradeço a visita!

  3. Como faço pra adquirir a coleção do Lobo Solitário? Seja PDF ou física?

    • Olá Pedro,

      Atualmente, creio que somente em sebos, Mercado Livre e afins, com valor de capa altamente inflacionado. Se não me engano, está esgotado na editora.

      Obrigado pela visita!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s